A Lava Jato e a lei

A

Quem acompanha o cenário jurídico/político nacional sabe que todos os olhares estão voltados para o STF. Como se lá pudesse haver um sepultamento da Operação Lava Jato. Peço licença aos leitores deste Território Livre para reproduzir um texto de Reinaldo Azevedo hoje no UOL. Por concordar integralmente com o nobre jornalista. Por respeitar que muitos podem pensar diferente, mas que todos devem ter conhecimento do outro lado. Até para discordar… Segue o texto.

Há uma fantasia em curso, plantada pela Lava Jato, mais uma, segundo a qual só os procuradores e juízes alinhados com a causa — e a Força Tarefa é hoje uma causa política — são capazes de fazer Justiça no Brasil. Ou é assim, ou eles gritam: “Querem acabar com a Lava Jato”. Há quase cinco anos, diga-se, esse mantra é repetido. Quando a Procuradora-Geral da República recorre ao Supremo contra a fundação de direito privado que Deltan Dallagnol queria criar com grana da Petrobras, um troço absurdo e ilegal, a gente ouve: “Querem acabar com a Lava Jato”. Deltan quer ser procurador-geral da República, mas não é subprocurador-geral, condição para o cargo.

Se há uma acusação original de crime eleitoral – caixa dois, por exemplo, – e crimes conexos dele derivados, a competência é do juiz eleitoral para o conjunto da obra. Ora bolas, tanto a lei é essa que Sérgio Moro, em seu pacote, propôs justamente a divisão: fica na Justiça Eleitoral o que é propriamente eleitoral e migra para outra seara o que não for….

Pergunta óbvia: por que Moro quer mudar a própria lei, não fosse essa a lei? É preciso que se entenda : trata-se de fazer a lei ou não. E a lei existe. Tanto que Moro quer mudar-la.

 

 

E então se grita: “Querem acabar … – Veja mais em https://reinaldoazevedo.blogosfera.uol.com.br/2019/03/14/sim-a-lava-jato-pode-perder-hoje-no-stf-venceria-a-lei-nao-a-impunidade/?cmpid=copiaecola

Sobre o autor

Laurita Arruda
Laurita Arruda

Laurita Arruda , jornalista e advogada, com opinião formada sobre (quase tudo), observadora da cena e único compromisso; respeito à verdade! #TLvive #novoTL

Adicionar comentário