Números de um Estado quebrado

N

Estudo patrocinado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro para mostrar o impacto de Reforma da Previdência para a caixa dos estados, mostra que mais a metade de 14 das unidades da federação brasileira, os aposentados ganham mais do que os servidores da ativa.-  Nosso Rio Grande do Norte é um desses estados.

Para o economista Raul Veloso, que coordenou o estudo, o RN aparece como um exemplo. Mau exemplo: “que já apresenta um quadro de atraso dos salários, como aconteceu com o Rio de Janeiro há dois anos, e que vão se generalizar em todo o país, se a Reforma não sair.”

A receita contra a crise é encontrar “soluções próprias, com o aumento da receita e redução das despesas. Não se espere que a Reforma sozinha resolve o problema de nenhum desses estados”.

Segundo o estudo da FIRJAN, um aposentado do Governo do RN ganha, em média, R$ $ 4.8 mil por mês, enquanto um funcionário em atividade R$ 4.6 mil.

Sobre o autor

Cassiano Arruda
Cassiano Arruda

Jornalista e escritor.

Adicionar comentário