PISCININHA, AMOR

P

Passar uns dias de verão em Sousa é programa que se deve recomendar só aos piores inimigos.

Ou pra quem tenha namorada com família na cidade sorriso, nas festas de Natal.

Para aquele calor saariano, nada melhor que um banho de piscina.

Foram precisos mais de 40 anos para o cancioneiro popular reconhecer outras utilidades balneárias, além da refrescância:

 

Piscininha amor, piscininha amor…

Ótimo pra gente namorar, hein…

Recomendados por sócio-proprietário, tivemos acesso ao Clube Campestre e seu banho quase térmico.

Fiquei no semicúpio.

Antes do primeiro mergulho, já era abordado por um senhor que se apresentou como diretor do sodalício.

Minha retirada do recinto estava sendo determinada por infração ao dress code.

Sungas eram proibidas.

Mesmo as que hoje são chamadas de sungões.

Ali, só calção com perna.

Sobre o autor

Domicio Arruda
Domicio Arruda

Médico urologista há mais de 40 anos. Foi Presidente da Unimed Natal, Diretor Geral do Hospital Walfredo Gurgel e Secretário Estadual da Saúde. Atualmente dedica-se ao ofício de avô em tempo quase integral.

2 comentários

Domicio Arruda Por Domicio Arruda