#TBT A História de Santo Antônio

#



Santo Antônio

Como hoje é 13 de junho, Dia de Santo Antônio, tudo a ver o #tbt de hoje ser sobre Ele, o Santo casamenteiro e das festividades juninas.

Santo Antônio nasceu em Lisboa em data incerta, numa casa, assim se pensa, próxima da Sé, às portas da cidade, no local onde posteriormente se ergueu a igreja que lhe foi dedicada. A tradição indica 15 de agosto de 1195, mas não há documento fidedigno que confirme esta data. Também foi proposto o ano de 1191, mas, segundo um seu biógrafo, o padre Fernando Lopes, as contradições em sua cronologia só se resolveriam se ele tivesse nascido em torno de 1188.

Igreja de Santo Antônio em Lisboa

Em 2014 um grupo de investigadores, em colaboração com o Museu Antropológico da Universidade de Pádua, realizou um estudo, utilizando técnicas forenses, para reconstruir a aparência real da sua face a partir do seu crânio, que foi preservado. Os resultados foram sintetizados por Luca Bezzi numa imagem digital.

Face de Santo Antônio reconstituída

O seu esqueleto também foi preservado, bem como sua língua e suas cordas vocais, além de uma túnica que usava e um manto. Essas relíquias estão depositadas na basílica do santo em Pádua. Algumas são expostas em caráter permanente, como sua língua, instalada em um precioso relicário no principal altar da suntuosa Capela das Relíquias, projetada por Felipe Parodi, em 1691, junto com seu queixo e outros objetos.

Tumba e altar da Igreja de Santo Antônio, em Lisboa

O esqueleto completo só raramente é exposto. Nos últimos quatro séculos o público só o viu oito vezes, quando formaram-se grandes romarias de devotos para vê-lo. A última exposição ocorreu em 2010, quando a Capela da Arca foi reformada e voltou a receber seus restos mortais. A ocasião anterior foi em 1981, para a comemoração dos 750 anos de sua morte.

É considerado padroeiro dos amputados, dos animais, dos estéreis, dos barqueiros, dos idosos, das grávidas, dos pescadores, agricultores, viajantes e marinheiros; dos cavalos e burros; dos pobres e dos oprimidos; é invocado para achar coisas perdidas, para conceber filhos, para evitar naufrágios e para conseguir casamento.

E no Brasil é um dos santos honrados nas popularíssimas festas juninas e diversos costumes folclóricos estão ligados a Ele.

Sobre o autor

Bebeto Torres
Bebeto Torres

Bebeto Torres é administrador e professor universitário. Por acreditar que se reinventar é preciso, aliando vocação e vontade, topou o desafio de atuar no universo digital. Com olhar aguçado e opinião é o novo colunista do TL. O Colunista Social.

Adicionar comentário

Raio-X Marketing Carratu Digital
Bebeto Torres Por Bebeto Torres